Tenha um caderninho do “tem que”

IMG_9407

Uma das maiores queixas que recebo dos meus clientes que têm filhos é a falta de tempo de qualidade com eles. O famoso “nunca tenho tempo” ou “quando estou com eles estou dividida entre brincar e fazer as outras coisas”.

A primeira coisa que você precisa saber é que não está fazendo nem uma coisa e nem outra de maneira integral e verdadeiramente entregue. Trabalhar pensando que devia dar mais atenção aos filhos ou estar com os filhos pensando no que tem para entregar no dia seguinte, ambos têm peso negativo igual.

A Programação Neurolinguística nos ensina a arte de tirar da cabeça e colocar no papel. Então, pensando nessa teoria, quero te ensinar o famoso e funcional CADERNINHO DO TEM QUE.

É um exercício que vai te ajudar a aproveitar de maneira genuína os seus momentos. Como qualquer outro hábito ou mudança de comportamento, serão necessárias a prática e repetição.

Separe um caderninho de papel ou então faça no seu bloco de notas do celular, o importante é que você registre imediatamente a tarefa secundária que te atrapalha a cumprir a primária. Toda vez que estiver fazendo algo e vier aquele pensamento de que deveria estar fazendo outra coisa, anote no caderninho. Anote como se transferisse aquele pensamento para o caderno em forma de tarefa futura, algo que você vai fazer em outro momento ou se programar para fazer. Volte e se entregue naquilo que estava fazendo.

Perceba que a maior parte das coisas que você pensa que deveria fazer não poderiam ser feitas naquele momento ou então, existem fatores ainda não identificados que te impossibilitam de fazer.

Faça o teste do Caderninho do Tem Que e ensine para as pessoas que vivem mais preocupadas com o que deveriam fazer do que com as coisas que estão fazendo.

Viva sempre no momento presente e aproveite todas as possibilidades.

Luz e Sucesso!


Esse texto foi escrito por Flávia Gimenes, empreendedora, terapeura, leader coach e advogada fundadora da Líder de Si Desenvolvimento e Evolução. Sigam no Instagram @liderdesi.de para acompanhar conteúdos enriquecedores sobre autoconhecimento, desenvolvimento pessoal e liderança humanizada. 

Quando a antiga vida faz falta

Já se pegou pensando em como era feliz e não sabia? Ou em como aproveitaria melhor uma
época que não volta mais?

É normal isso acontecer quando falta clareza sobre o nosso momento presente, ou seja,
quando não conseguimos enxergar na totalidade quais as responsabilidades e quais os
benefícios que essa nova fase te entrega.

Sentir saudade de fases, ciclos e situações passadas é essencial, faz parte da estrutura de
orgulho e admiração da nossa história. O que não podemos fazer é negligenciar nosso
presente e desejar voltar a uma realidade que, observando de longe, nos parece mais fácil e
tranquila.

É muito falado de que uma das principais causas da depressão é viver no passado, mas
remoendo dores, frustrações e traumas. Mas também é possível viver no passado visitando
situações positivas e fazer do presente uma fase assustadora e ruim.

Encontre a clareza do seu momento presente. Entenda e aceite que todas as suas experiências
te trouxeram até aqui e que, ainda que de maneira inconsciente, você criou a realidade que
você vive hoje e ela é perfeita para a sua evolução.

Ao visitar o passado recolha recursos que possam te ajudar a viver da melhor forma as
responsabilidades e prazeres que seu momento atual te oferece.

Entregue-se e aprenda tudo o que puder, afinal os ciclos se abrem e fecham sem dia e horário
marcado, só cabe a nós fazer valer a pena.

Respire fundo! Viva o hoje! Seja grata!

Luz e Sucesso!


Esse texto foi escrito por Flávia Gimenes, empreendedora, terapeura, leader coach e advogada fundadora da Líder de Si Desenvolvimento e Evolução. Sigam no Instagram @liderdesi.de para acompanhar conteúdos enriquecedores sobre autoconhecimento, desenvolvimento pessoal e liderança humanizada.