Dica de série: O Gambito da Rainha

Série curtinha da Netflix, mas que vale as horinhas frente à TV. Apesar de ser mais parada, é uma história que prende.

Elizabeth fica órfã ainda menina e vai para um orfanato. Lá, aprende xadrez com o zelador do local e desenvolve uma habilidade surpreendente para o jogo.

Ambientada nos anos 60/70, mostra uma moça inteligente, determinada e muito esforçada. Ainda no orfanato, lia livros sobre grandes jogadores de xadrez e estudava suas principais jogadas.

Na adolescência foi adotada e sua mãe adotiva ofereceu suporte e companhia durante dezenas de torneios de xadrez dos quais ela participou mundo afora, rompendo barreiras como uma jogadora mulher, algo que não se via na época.

A principal lição aqui é a maneira como a personagem enxergou uma oportunidade, acreditou no próprio potencial e trabalhou muito duro para se aprimorar e atingir seus objetivos. Mesmo quando ganhava as partidas, ela nunca parou de estudar. E ficava cada vez melhor. Algo para se adotar também na vida real.

Publicado por

Fabiola Mininel

Jornalista, mãe e apaixonada por moda

Deixe uma resposta