Fluxo da vida: dar e receber

A essência da humanidade é a doação, compaixão e caridade. Não é à toa que uma das necessidades básicas do ser humano é a contribuição social.

Todos nós nos sentimos bem quando fazemos algo de bom para alguém, naturalmente. A sensação interna é instantânea.

Mas, mesmo assim, desenvolvemos uma forma de viver centrada no “EU” e essa é uma das razões pelas quais a humanidade se encontra meio (ou totalmente) perdida hoje. Procuramos sempre avaliar como será o impacto de tudo em nós primeiro. Se o seu marido é promovido no trabalho você tende a pensar em como isso afetará você e a sua relação. Se seu filho vai mal na escola ou está num período difícil de desenvolvimento, você tende a pensar o que as pessoas dirão sobre você, como mãe.

O exercício da semana é a autopercepção de quantas vezes aparecem EU, MIM e MEU na sua conversa mental. Frases como: eu não deveria ou deveria ter dito, feito ou sentido; o que vão pensar de mim; eu sou besta por pensar ou sentir isso; por que minha vida ou eu não sou assim como essa pessoa; quão maravilhoso eu sou por isso, tenho que ser reconhecido.

O estresse da nossa vida nasce da ideia de que o mundo não entende o que EU preciso ou quero e não presta atenção em MIM. 

Pare e reflita alguns minutos sobre isso, pense em como tudo o que fazemos tende para o EU/MIM. Reconheça e aceite.

A prática sugerida hoje é que você se desafie a viver centrado no outro, nas necessidades externas. Procure oportunidades de exercitar, ceda o lugar na fila, no transporte, dê passagem a alguém, pegue água para o seu vizinho de mesa no trabalho, segure a porta do elevador para alguém. São atos aleatórios de gentileza que significam autotranscendência e o impacto pode ser surpreendente, mudando toda a energia ao seu redor e retornando a você de maneira multiplicada.

Não é uma prática fácil, então eu sugiro que você encontre um momento do dia para se dedicar a ela. Escolha alguns momentos do dia para fazer coisas em benefício exclusivo do outro. A ideia é pensar em como você pode ser útil para as pessoas que você ama, para quem você não conhece ou para a sociedade em geral.

Espalhe gentileza e luz e seja grato pela oportunidade de ajudar. Transforme o dia de alguém.

Escreva os insights e as mudanças que notar após iniciar a prática desse exercício, tenho certeza que valerá a pena.

Luz e sucesso.


Esse texto foi escrito por Flávia Gimenes, empreendedora, terapeuta, leader coach e advogada fundadora da Líder de Si Desenvolvimento e Evolução. Sigam no Instagram @lidersesi.de para acompanhar conteúdos enriquecedores sobre autoconhecimento, desenvolvimento pessoal e liderança humanizada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s