Principais problemas de saúde e desenvolvimento em bebês prematuros

problemas prematuros

No mundo inteiro, nascem, anualmente, 15 milhões de bebês prematuros, de acordo com Organização Mundial de Saúde. No Brasil, os prematuros extremos (com menos de 1.5kg e nascidos antes de 30 semanas de gestação), como foi o caso do Otto, representam 1,5% dos nascidos vivos.

Como já falamos em posts anteriores, por ter saído da barriga antes do previsto, os bebês prematuros podem desenvolver uma série de problemas causados pela imaturidade dos órgãos no momento do nascimento.

Quanto menor a idade gestacional, mais grave pode ser a situação do bebê. Quando estava internada, com Otto prestes a nascer, me lembro de uma médica que me atendeu durante exame de acompanhamento dizer que a partir de 28 semanas, apesar de ainda ser considerado prematuro extremo, as chances de sobrevivência e sem sequelas são maiores.

Eu cheguei ao hospital com 26 semanas. Conseguimos aguardar em repouso por mais duas semanas, até que ele completou 28 e, após alterações nos exames, minha médica explicou que era hora dele nascer (tem post contando tudo aqui). Tenho certeza que esse tempo de espera internada no hospital e a experiência da minha médica somada ao timing em que ela percebeu que era melhor que ele saísse da barriga e ficasse bem na UTI, do que esperar mais alguns dias e a situação dele piorar muito, foi fundamental para a excelente evolução do Otto na UTI Neo e pós-alta.

Não sou médica e sempre falo que tudo que escrevo aqui é baseado em pesquisas e na minha experiência com Otto. Mas reuni algumas das principais dificuldades que os bebês podem encontrar após nascimento prematuro.

Por conta da imaturidade do pulmão, é comum que eles tenham dificuldade para respirar. Para o tratamento, eles são intubados ou recebem ventilação mecânica. Otto foi intubado durante cinco dias, depois ficou com o cateter de ventilação no nariz por bastante tempo até que retirou tudo e conseguiu respirar sozinho.

Problemas cardíacos e neurológicos também acontecem com os bebês pré-termo (não aconteceu com Otto, mas vi casos de outros bebês na UTI). Além de problemas imunológicos e intestinais – estes mais comuns nos prematuros tardios, nascidos entre 34 e 36 semanas.

Anemia e icterícia também podem acontecer. Otto teve icterícia e ficou no banho de luz por um ou dois dias; também recebeu transfusão de sangue por duas vezes.

Hemorragia intracraniana é muito comum e esperada em bebês prematuros. Otto teve essa hemorragia no grau 1, mas evoluiu muito bem; o próprio organismo reabsorveu rapidamente esse sangramento.

Não chega a ser um problema, mas algo que Otto demorou um pouco mais para evoluir foi na sucção e deglutição. Por conta disso, demorou a pegar o peito (tem post aqui). Mamou primeiro na mamadeira e fazíamos o estímulo no seio pouco a pouco até que ele se acostumasse e aprendesse.

Reuni as principais complicações e as que são mais comuns entre os prematuros, sempre traçando um paralelo com minha experiência com o Otto. O importante é que os pais se informem e sempre tirem todas as dúvidas com o pediatra de sua confiança. No caso do Otto, a pediatra é neonatologista (especialista em prematuros) e confiamos muito no trabalho dela. A evolução do Otto é admirável.

Espero que você tenha gostado do post e que ele te ajude alguma forma. Essa série de posts sobre prematuridade é para clarear as ideias de mães que, assim como eu, podem se encontrar numa situação de nascimento prematuro e não saberem nada sobre esse universo. Esses posts são para informar e mostrar o que você pode encontrar nessa jornada. E mais, para que não se sinta sozinha.

Deixe suas dúvidas ou comentários. É muito importante para que eu continue produzindo conteúdo de valor para vocês!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s