Inteligência emocional em quatro passos

 

A Inteligência Emocional é considerada a grande chave para o sucesso dos seres humanos.

Sentir é algo que as máquinas não podem fazer por nós, então que tal nos dedicarmos cada vez mais ao gerenciamento dessas emoções?

No momento enfrentamos uma crise planetária, fomos convidados a nos isolar e ter contato apenas conosco e com os aqueles que convivemos diretamente.

Um desafio para um mundo que não está tão acostumado a olhar para dentro e nem encarar seus problemas relacionais de frente.

A Inteligência Emocional é a caixinha de primeiros socorros essencial para os dias de hoje, principalmente, e eu gosto de dividi-la em 4 passos. São eles:

AUTORRESPONSABILIDADE

É nessa fase que o Piloto Automático é desligado e começamos a agir e não reagir.

Assistimos atentos às nossas ações, como se acompanhássemos um seriado. E então nos conscientizamos de que nossos resultados são sempre frutos das nossas ações e escolhas.

Até mesmo aquilo que alguém faz para nós, depende do nosso consentimento.  Se você quer desenvolver a sua Inteligência Emocional, aceite de que é o responsável por todos os resultados da sua vida, os bons e os ruins.

Autorresponsabilidade não é culpa, é liberdade.

AUTOCONHECIMENTO

O segundo passo é o autoconhecimento. Se deseja gerenciar as suas emoções, é preciso saber quem você é, do que você gosta, quais são seus talentos e habilidades e também quais as suas vulnerabilidades.

Para isso existem muitas ferramentas e profissionais espalhados por todos os cantos, com diferentes maneiras de te ajudar.

Leia livros e faça listas, escreva sobre você e sobre seus sentimentos, com frequência.

AUTOCOMPAIXÃO

Esse terceiro passo é muito importante, afinal de contas você está numa jornada de desenvolvimento e muita coisa vai mudar no caminho.

Na busca pela Inteligência Emocional você identificará comportamentos incoerentes com uma pessoa que entende e gerencia suas emoções, diálogos agressivos, atitudes impulsivas, etc.

E para todas essas situações você deverá acionar o botão da autocompaixão. Aceitar que até aqui você fez o melhor com as informações que você tinha e que daqui em diante pode fazer melhor.

Se abrace, se ame e se valorize, você está em evolução.

EMPATIA

Entender o outro é um dos principais passos para quem deseja ter Inteligência Emocional.

Aceitar e validar os sentimentos e intenções externas faz com que você consiga enxergar além do que uma discussão propõe, além do que uma briga expõe.

Além disso, só é empático aquele que carrega consigo a ideia de que todo mundo está certo dentro do seu ponto de vista e que nossa missão é respeitar e não convencer da nossa verdade.

Assim, há menos gasto de energia e melhor convivência em todos os grupos.

Espero que faça sentido para você trilhar esses 4 principais passos e iniciar o desenvolvimento da sua Inteligência Emocional.

A vida deve ser leve, feliz e abundante, esteja consciente para aproveitar.

Luz e Sucesso!


Esse texto foi escrito por Flávia Gimenes, empreendedora, terapeura, leader coach e advogada fundadora da Líder de Si Desenvolvimento e Evolução. Sigam no Instagram @liderdesi.de para acompanhar conteúdos enriquecedores sobre autoconhecimento, desenvolvimento pessoal e liderança humanizada. 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s