Cuidados especiais com bebês prematuros

Nem todo mundo sabe (eu mesma não tinha ideia), mas os bebês prematuros precisam de cuidados extras, além daqueles que temos normalmente com bebês nascidos a termo (de 9 meses).

O pulmãozinho pode não estar bem formado, eles podem ter problemas oftalmológicos e de audição. Por isso, reuni aqui nesse post os cuidados que tivemos com o Otto desde o nascimento e ainda temos até hoje, como uma forma de precaução para evitar qualquer problema futuro.

Oftalmologia

Os prematuros nascidos com menos de 32 semanas e abaixo de 1.5kg podem ter uma doença chamada retinopatia da prematuridade. Ela acontece com a interrupção da formação natural dos vasos sanguíneos da retina, causada pelo nascimento adiantado. Se não for corretamente tratada, pode causar cegueira.

Para que ela seja diagnosticada, o oftalmologista da UTI Neo faz o teste do fundo de olho, que diz se o bebê tem e em que estágio está.

Os testes do Otto foram muito bons desde as primeiras vezes na UTI. Após a alta, a pediatra pediu que fizéssemos o acompanhamento. Ela mesma conversou com a oftalmo e contou um pouquinho do histórico do Otto. Quando passamos na primeira consulta, ela nos contou que esperava um caso complicado por conta da prematuridade extrema e o baixo peso do Otto. Mas ela ficou muito feliz com o que viu. Os vasinhos da retina já estavam praticamente formados e não apresentavam problema algum. Passamos por mais duas consultas apenas por desencargo mesmo. A última foi com 7 meses e agora em junho, com 1 ano e 3 meses, teremos um retorno para garantir que continua tudo bem.

Fisioterapia

Quando completou 6 meses, a pediatra o encaminhou para a fisioterapeuta. Queria que ele fosse avaliado para sabermos sobre a necessidade de um acompanhamento mais intenso.

A fisio fez muitos exercícios de estímulo para virar, ficar de bruços, entre outros, e me ensinou algumas coisas, explicando o que eu precisava estimular no dia a dia em casa. Pela avaliação dela, não era necessário sessões semanais; pediu que voltássemos uma vez por mês. E foi assim até completar 1 ano, com evoluções perceptíveis a cada sessão. Com 1 ano ele teve alta e dois meses depois começou a andar.

Teste auditivo

Todo bebê faz o chamado teste da orelhinha ainda na maternidade. Otto fez e foi tudo ok. Quando completou 1 ano, a pediatra pediu para fazer novos exames: emissões otoacústicas e potencial evocado auditivo (BERA), para avaliar se há algum problema com a audição. Ambos são feitos dormindo; são colocados fones no ouvido e eletrodos na cabecinha, não machuca, é rápido e super tranquilo. Felizmente, os resultados também foram bons.

Fono

Começamos a introdução alimentar aos 8 meses, mas antes disso, Otto precisou passar pela fonoaudióloga, para que ela avaliasse sua sucção e deglutição e se havia perigo de engasgos. Foi tudo bem na avaliação e ela o liberou para a IA.

Essas foram as avaliações pelas quais Otto passou nesse primeiro ano de vida. Lembrando que cada caso é diferente, e compartilhei aqui minha experiência com o Otto. Em caso de dúvidas, consulte sempre seu pediatra.

Tem alguma dúvida ou quer deixar seu comentário sobre esse post ou outro assunto do blog? Escreva aqui na caixa de comentários, abaixo do post. Será um prazer trocar ideias e interagir com vocês!

Um comentário sobre “Cuidados especiais com bebês prematuros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s